Consulta Pública do Herbário Virtual

Consulta Pública do Herbário Virtual

Modo de Consulta
Apenas Espécimes Indeterminados Espécimes por página
Mostrar Duplicatas Histórico de Determinações Apenas Typus
Natureza Typus
Nome Científico
Código de Barra
Determinação
Família
Gênero
Espécie
Infraespécie
Autor do Táxon
Determinador
Herbário de Origem
Data da Determinação
De:
Até:
Origem da Imagem
Dados da Coleta
Coletor
Número da Coleta
Data da Coleta
De:
Até:
Localidade
Elevação/Profundidade:
Máxima
Mínima
Descrição da planta
Latitude
Máxima
º ' "
Mínima
º ' "
Longitude
Máxima
º ' "
Mínima
º ' "

Mapa
Regiao
Consultar
Limpar
Herbário Virtual
<p>Em dezembro de 2010, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) recebeu do CNPq a missão de construir um herbário virtual para abrigar as imagens de plantas brasileiras que estão depositadas em herbários de outros países, criando em uma instituição pública brasileira a capacidade de armazenar e fornecer dados de qualidade sobre a nossa flora. Os primeiros parceiros desta iniciativa foram os herbários <strong>K</strong> (Royal Botanic Gardens, Kew) e <strong>P/PC</strong> (Muséum national d’histoire naturelle, Paris), cujas imagens se somaram às do herbário <strong>RB</strong>, do próprio JBRJ. A partir de 2014, com apoio do <a href="http://www.sibbr.gov.br/">SiBBr</a>, outros herbários europeus e americanos foram incluídos na iniciativa, são eles: Missouri Botanical Gadens (<strong>MO</strong>), The New York Botanical Garden (<strong>NY</strong>), Naturhistorisches Museum Wien (<strong>W</strong>), Naturhistoriska Riksmuseet (<strong>S</strong>) e Smithsonian Institute (<strong>US</strong>).</p> <p>Além dos herbários europeus e americanos, também a partir de 2014 demos início à publicação de imagens e dados de acervos nacionais. Com o apoio do <a href="http://ifn.florestal.gov.br/">IFN </a>(Inventário Florestal Nacional), do SiBBr e do próprio <a href="http://www.cnpq.br/web/guest/programas">Programa Reflora</a> vários herbários estão recebendo equipamentos e treinamento para digitalização dos espécimes. São eles: Herbário Manuel de Arruda Câmara (<strong>ACAM</strong>), Herbário Alexandre Leal Costa (<strong>ALCB</strong>), Herbário da Universidade Federal de Sergipe (<strong>ASE</strong>), Herbário da Universidade Federal do Oeste da Bahia (<strong>BRBA</strong>), Herbário da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (<strong>CEN</strong>), Herbário do Centro de Pesquisas do Cacau (<strong>CEPEC</strong>), Herbário da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (<strong>CGMS</strong>), Herbário da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (<strong>COR</strong>), Herbário da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Dois Vizinhos (<strong>DVPR</strong>), Herbário Prisco Bezerra (<strong>EAC</strong>), Herbário da Embrapa Clima Temperado (<strong>ECT</strong>), Herbário da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (<strong>ESA</strong>), Herbário da Figueira (<strong>FIG</strong>), Herbário do Departamento de Botânica da Universidade Federal de Santa Catarina (<strong>FLOR</strong>), Herbário da Universidade Estadual de Londrina (<strong>FUEL</strong>), Herbário Dr. Roberto Miguel Klein (<strong>FURB</strong>), Herbário Barbosa Rodrigues (<strong>HBR</strong>), Herbário da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (<strong>HCF</strong>), Herbário do Departamento de Ciências Florestais da Universidade de Santa Maria (<strong>HDCF</strong>), Herbário Ezechias Paulo Heringer (<strong>HEPH</strong>), Herbário Engenheira Agrônoma Fátima Meckedece (<strong>HSTM</strong>), Fundação Universidade Federal do Tocantins (<strong>HTO</strong>), Herbário da Universidade Estadual do Centro-Oeste - Irati (<strong>HUCO</strong>), Herbário da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (<strong>HUCP</strong>), Herbário da Universidade Estadual de Feira de Santana (<strong>HUEFS</strong>), Herbário da Universidade Estadual de Maringá (<strong>HUEM</strong>), Herbário da Universidade do Estado de Minas Gerais - Carangola (<strong>HUEMG</strong>), Herbário do Centro de Biociências e Biotecnologia da UENF (<strong>HUENF</strong>), Herbarium Uberlandense (<strong>HUFU</strong>), Herbário da Universidade do Estado da Bahia (<strong>HUNEB</strong>), Herbário da Universidade Estadual de Ponta Grossa (<strong>HUPG</strong>), Herbário da Embrapa Amazônia Oriental (<strong>IAN</strong>), Herbário da Reserva Ecológica do IBGE (<strong>IBGE</strong>), Herbário da Universidade Federal do Rio Grande Do Sul (<strong>ICN</strong>), Herbário do Museu Botânico Municipal (<strong>MBM</strong>), Herbário do Museu de Biologia Mello Leitão (<strong>MBML</strong>), Herbário do Museu Paraense Emílio Goeldi (<strong>MG</strong>), Herbário Honório Monteiro (<strong>MUFAL</strong>), Herbário da Universidade Federal de Pelotas (<strong>PEL</strong>), Herbário Municipal de São Paulo (<strong>PMSP</strong>), Herbário do Departamento de Botânica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (<strong>RBR</strong>), Herbário da Universidade Federal da Fronteira Sul (<strong>REAL</strong>), Herbário da Universidade Federal do Rio de Janeiro (<strong>RFA</strong>), Herbário da Faculdade de Formação de Professores da UERJ (<strong>RFFP</strong>), Herbário Rondoniense (<strong>RON</strong>), Herbário da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (<strong>SJRP</strong>), Herbário da Universidade de São Paulo (<strong>SPF</strong>), Herbário da Universidade de Brasília (<strong>UB</strong>), Herbário da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (<strong>UFRN</strong>), Herbário da Universidade Paulista (<strong>UNIP</strong>), Herbário da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (<strong>UNOP</strong>), Herbário do Departamento de Botânica da Universidade Federal do Paraná (<strong>UPCB</strong>), Herbário Central da Universidade Federal do Espírito Santo (<strong>VIES</strong>).</p> <p>O Herbário Virtual Reflora foi construído com intuito de permitir que taxonomistas trabalhem de forma semelhante ao que já fazem nos acervos físicos, com acesso à imagens em alta resolução em uma plataforma online que permitirá a consulta, reidentificação e tipificação das amostras, além de outras funcionalidades. Vale mencionar ainda, que os curadores das instituições parceiras podem retirar relatórios do sistema e para fazer atualizações no herbário "físico". Este sistema inovador foi lançado para atualização e estudo por parte dos mais de 700 taxonomistas que atuam na Flora do Brasil 2020.</p> <p>Neste momento existem <span style="color: #008000;"><strong>2051430</strong></span> imagens de espécimes disponíveis no <strong>Herbário Virtual Reflora</strong> e, dentre elas, <span style="color: #008000;"><strong>117372</strong></span> são tipos nomenclaturais e <span style="color: #008000;"><strong>632492</strong></span> são registros georeferenciados.</p> <p>Caso você seja um taxonomista de formação e queira ser um colaborador do Herbário Virtual Reflora envie uma solicitação para o nosso e-mail de contato. E caso você seja um curador que queira publicar as imagens e dados do seu acervo neste herbário entre em contato conosco. Teremos grande prazer em viabilizar sua iniciativa.</p>
Contato reflora@jbrj.gov.br

Como Citar

Reflora - Herbário Virtual. Disponível em: Acesso em


Notícias

Administrado pelo Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Desenvolvido por COPPETEC-UFRJ